Mitos e verdades de ter o cabelo cacheado após o Big Chop

17:37





No post de hoje falarei alguns mitos e verdades após o big chop. Para quem não sabe faz 2 meses que fiz o bc e desde do meu corte descobri mais sobre o meu cabelo. Durante a minha transição sempre li relatos das meninas que passaram pela transição e outras que nunca fizeram química de transformação. 

Entretanto tem várias coisas que achei que seriam de um jeito, mas são de outro e vice - versa, com isso fiz uma lista de curiosidades de mitos e verdades após o bc.

- 100 % saudável (mito):
Durante a minha transição sempre achei que assim que fizesse o big chop o meu cabelo estaria lindo, divo, independente do comprimento (estilo Rayza Nicácio rs), mas não foi bem assim.
Dias após o grande corte percebi o estado real do meu cabelo natural que mesmo com todos os cuidados que tive durante a transição, ele parecia "perdido" no sentido que estava a muito tempo na mesma direção e quando chegou ao fim da linha precisava seguir um novo caminho, mas não sabia por onde começar.
Com isso iniciei uma nova rotina de cuidados, um novo cronograma esperando que ele entendesse o meu recado e seguisse o que eu estava indicando a ele.
Falei de uma forma metafórica, mas foi realmente isso que aconteceu rs.

- Auto-estima e confiança lá em cima (mito):
Outro tópico importante é auto estima e confiança mudar de uma forma espontânea, rápida ou enfim ser uma pessoa (talvez) diferente por conta desses aspectos. Não é bem por ai, demorei para entender que auto estima e auto confiança são algo que se constroem e as situações em que me posiciono como cacheada ajudam a elevar minha confiança e orgulho de ser o que sou hoje.
Acredito que há várias formas de "buscar" isso, por exemplo usar algo que sempre teve vontade, se arriscar em algo que não se via fazendo, como makes, penteados, acessórios, aprender coisas novas. São formas de buscar coisas externas que incrementam essa construção de confiança em si mesma.

- Mais produtos do que o necessário (verdade):
Nunca fui consumista em relação a quase tudo, principalmente compras em geral, mas é impressionante o tanto de produtos que comprei para cabelo desde a minha transição e muito mais agora natural. Além disso as empresas não ajudam lançando tantos produtos maravilhosos para cabelo cacheado. Fica até difícil de escolher ou de levar apenas um pra casa.

- Comentários (verdade):
Uma das poucas coisas que não muda são os comentários positivos ou negativos em relação ao cabelo natural, principalmente quando você conta que teve o cabelo alisado e que passou pela transição...
 Sempre cai uma chuva de perguntas do tipo: Você não gostava do seu cabelo antes? Por que você alisou? Por que esperou crescer tanto tempo pra cortar? Não da trabalho agora que ta cacheado? E por ai vai.

- Receitas caseiras (verdade):
Se antes eu não tinha costume ou achava estranho colocar maionese ou açúcar no cabelo, hoje acho a coisa mais normal do mundo. Além de separar em: "Esse vou comer e esse vai pro cabelo"
Comecei com a prática das receitas caseiras durante a transição e a minha preferida das que fiz até agora é a de açúcar que deixa meu cabelo com um brilho incrível.

- Mais de um tipo de cacho (verdade):
Durante a transição era bem complicado saber de cara qual era meu tipo de cacho, por conta das duas texturas. Após o corte fui analisar o meu cabelo e saber qual meu tipo de cacho e pra me ajudar publiquei uma foto do meu cabelo em um grupo de cacheadas no facebook perguntando qual tipo de cabelo elas achavam que eu tinha e para a minha surpresa a maioria dos comentários foram "3a,b e c", ou seja, segundo as meninas possuo mais de um tipo de cacho no meu cabelo, o que me deixou bem surpresa.
Para quem quiser conferir a publicação:

- Diminui ou aumentei a frequência das lavagens (mito):
Algo que reparei após o bc é que a minha frequência de lavagens (shampoo - máscara - condicionador), não mudou desde antes de fazer químicas. O que mudou drasticamente foram os cuidados e o que acrescentei além do que já fazia, mesmo tendo mudado a rotina do dia a dia, curso, trabalho, afazeres. 
Então reparei que essa minha frequência não mudou apesar de tudo que já fiz no meu cabelo e na minha vida. Não estou dizendo que nunca irá mudar, mas que até agora não mudou.

Todos os mitos e verdades que foram citados neste post foram baseados na minha experiência e sobre como está sendo agora que estou natural e sei como cuidar do meu cabelo cacheado.
Espero que tenha gostado e fique a vontade para contar suas experiências abaixo.
Até mais!

Confira também

0 comentários

Último video

#aromadecachos